sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Religião é um traço hereditário?

Fonte: New York Times
Todo mundo sabe que os americanos são extremamente religiosos. O que muita gente não sabia é que eles são também bastante ignorantes em matéria de religião.

Uma pesquisa recente com 3.412 americanos envolvendo perguntas sobre a bíblia, o cristianismo, grandes religiões mundiais, e aspectos históricos e geográficos das religiões chegou a um resultado surpreendente: quem demonstrou maior conhecimento de assuntos religiosos foram justamente os ateístas ou agnósticos. E os católicos hispânicos, grupo tido como extremamente religioso, foram os que demonstraram menor conhecimento sobre religião.

A conclusão é bastante óbvia: religião é, na maioria das vezes, um traço herdado de família. O indivíduo segue a religião dos pais e raramente questiona ou analisa o que está fazendo, mesmo que aquilo tudo não faça o menor sentido para ele. É um hábito adquirido, do qual ele não precisa muita informação.

O fato de os ateus demonstrarem maior conhecimento das religiões não surpreende Dave Silverman, presidente da sociedade Ateístas Americanos. Ele explica: "Nós sempre soubemos que os ateístas têm mais conhecimento sobre religião do que a maioria das pessoas. O ateismo é geralmente resultado deste conhecimento, e não da falta dele". Segundo Dave Silverman a melhor forma de converter alguém ao ateísmo é dando-lhe uma bíblia de presente.

O grupo dos que se dizem ateístas é também o que concentra pessoas com grau mais elevado de instrução. O que serve para explicar porque as religiões tendem a desaparecer com o desenvolvimento e o progresso.

6 comentários:

marta matui disse...

Meu conhecimento da Bíblia me fez ser não cristã. Os anos e anos de escola dominical que me obrigaram a frequentar nunca me converteram a religião de minha família. Mas todos os meus irmãos são da mesma religião que meus pais. Sou exceção.

Daniel disse...

Como dizem por aí: a melhor forma de criticar qualquer coisa é conhecendo-a bem. Quem se torna ateu ou agnóstico é justamente porque parou um segundo para pensar em tudo que aprendeu e perguntou a si mesmo: "espere um segundo..."

S.A.M disse...

Passei pois achei interessante a pesquisa, mas acredito que classificar como fator hereditário, é reduzir demais a discussão.

Abraço.

CriCo disse...

Fui criado na igreja católica e até pouco tempo me considerava meio ateu... mas depois que vi Nosso Lar começo a ter minhas dúvidas quanto a minha "não religião". Pelo fato de ser um cientísta e achar que existe uma explicação racional para toda e qualquer resposta, fiquei cético para muita coisa... Acredito hoje que sim, há algo que não consigo explicar e sei que está lá, e que (ainda) não preciso de intermediários para me conectar a esse algo.

cronicas gulosas disse...

A maioria dos religiosos nao distingue ateus de agnosticos - desconhece a diferenca entre ambos os termos. E realmente acredito que a maioria das pessoas opta pela religiao praticada em casa.

Anônimo disse...

Daniel, criatura de Deus!!!! O que houve com o teu blog, chato no ar, chateou-se de escrever?? Que chato!!!! Kleber.