quarta-feira, 15 de junho de 2011

Insensata relação

Se você estava sentindo falta do Julinho e do Thales, o casal mais fofo de Ti-Ti-Ti, já pode matar as saudades no mesmo canal em outro horário: o casal reencarnou no Hugo (Marcos Damigo) e no Eduardo (Rodrigo Andrade) de Insensato Coração.

A novela tem vários personagens que representam diferentes modalidades do espectro gay: desde a pintosa afeminada até o assumido discreto que trabalha de terno e gravata em uma grande corporação. Há que se tirar o chapéu para Gilberto Braga e Ricardo Linhares por terem desenhado personagens gays perfeitamente integrados na trama, vivendo os outros dramas de uma vida normal onde ser gay é só mais um detalhe - assim como ser loiro, ser alto, ou ter olhos azuis.

Mas, é claro, não poderia faltar a clássica história da saída do armário. As inseguranças que povoam a cabeça do personagem gay na fase da negação (que também poderia ser chamada de fase de fazer cu-doce) ainda rendem boas histórias e prestam excelente serviço para quem está atravessando a difícil fase de se assumir.

Sejam bem-vindos, Hugo e Eduardo, o novo casal mais fofo do Brasil, que ontem protagonizaram uma cena de desejo contido cheia de tesão implícito, que elevou a temperatura da noite gelada.

13 comentários:

S.A.M disse...

Te odeio, eu vejo essas coisas e nunca to em casa no horário das novelas pra ver poxa :(

Somzinho de James Blunt ainda, o cd novo dele tá super bacana!

Adorei

MM disse...

Ser gay é um detalhe como ser loiro ou ter olho azuis. Jamais um detalhe como ser mulato ou ter cabelo pixaim. Sem dúvida, apenas um detalhe...

RRL disse...

Acho fofo demais!! Pena tb que não dá para eu ver... Mas, sabe, ODEIO ficar a expectativa desses homens que são gays, ficam olhando, e não sabem o que querem da vida... NÃO OLHA MEU! rsss sei que cada um tem seu tempo, mas q tem hora q estressa, ah isso estressa...

Marcus disse...

Coño !!! que fofos !!! Aqui na España nao tem Globo !!!! :0(

Thiago disse...

Nah, eu quero ver a cena em que o tesão latente deixar de ser latente, e eles se abraçarem e sorrirem e saírem de mãos dadas pela praia, porque né, gay não beija na boca, gay não cai na cama, gay não tem cenas de sexo,...
Devagar e SEMPRE, rede globo.

Rodrigo disse...

siiiim, eu assiti (téquemfim)
achei tenso

hehehhe

Anônimo disse...

Nunca acontece nada, só sorrisos, olhares, tensões... Globo e vc - 45 anos na eterna repetição de si mesma! Outro comment pensa o mesmo

"porque né, gay não beija na boca, gay não cai na cama, gay não tem cenas de sexo,...
Devagar e SEMPRE, rede globo."(2)

Le1dro disse...

Ah, eu acho bonitinho essas cenas xD.
Eu não achei que o sbt rendeu tanto assim por causa do beijo gay não.

Essa saida do armário é legal, para alguns pode ate parecer chatisse ou algo do tipo, mas para outros, é um empurrão bunitu .

Cara Comum disse...

Paciência pra novela?? Menos infinito!!!!

Mas tomara que esteja servindo para quem gosta refletir um pouco e diminuir o preconceito (que pode ser inclusive o autopreconceito). Afinal, antes a gente nem podia contar com isso, né?

Agora caracterizar o gay como alguém que tem uma vida normal, que ama, que beja, que transa... Podem esquecer, queridas!!

Pode ser até que um dia a globo vai sair do armário... Mas como isso também é uma novela, demorará até o último capítulo...

Abraços!

Thiago Lasco (Introspective) disse...

Já eu discordo do colega acima e acho que a trilha sonora foi o pior da cena. Um porre esse James Blunt, não só pela voz como pelo tom repetitivo e lamurioso das músicas, todas iguais... bem ilustrativo da lenga-lenga rame-rame vai-vém de não conseguir se assumir, e sofrer com isso!

Anônimo disse...

E o bobinho tipo hominho ainda por cima vai ligara para a racha pra provar que é hominho, casa e depois vai procurar fora de casa o que não tem, ridículo mesmo.

TingLing disse...

É uma pena que todos esses personagens não são mais que penduricalhos colocados pelos autores prá agradar o público gay ou, em alguns casos, prá fazer comédia pura e simples. Chega a ser constrangedor o tom didático que alguns impõem. Fica muito pouco natural, quase um merchandising... Novela realmente caminha para a extinção.

Anônimo disse...

esse carinha de olho azul é um espetáculo dos pés à cabeça!