segunda-feira, 20 de junho de 2011

O vírus da burrice

Alguma vez já me disseram que burrice era contagiosa e eu não acreditei. Mas no ano passado, na Argentina, logo após a aprovação da igualdade no casamento, uma juíza disse que se recusaria a realizar casamentos gays mesmo que isto custasse sua vida (notícia aqui). Não sei se ela fez a todos o favor de morrer, mas o fato é que os casamentos continuaram e da juíza ninguém mais ouviu falar.

Mas burrice parece não somente ser contagiosa como também atravessar fronteiras. Deve ser algum vírus. Agora foi um juiz de Goiás que decidiu anular a união estável entre Odílio Torres e Liorcino Mendes em Goiás, além de sentenciar que nenhum cartório do estado legalize uniões estáveis entre pessoas do mesmo sexo (notícia aqui). Ele confronta a decisão histórica do Supremo Tribunal Federal e alega que este tipo de união estável fere a constituição federal. Em resumo, ele diz que sabe mais do que todos os ministros do STF que votaram unanimemente pela equiparação.

Pessoalmente, estou achando ótimo!! Isto vai obrigar o Supremo a se pronunciar novamente sobre o caso para acabar com qualquer vácuo de interpretação que possa existir. O ministro Gilmar Mendes (nenhum parentesco com Liorcino) já falou do assunto hoje (aqui). Agora é só esperar mais um pouco para comemorar novamente quando o STF colocar os pingos nos i's, as vírgulas, e cruzar os t's na decisão, de forma que ninguém mais tenha qualquer dúvida. Mas se a burrice continuar, não tem problema - a gente faz um desenho!

10 comentários:

Paulo Braccini - Bratz disse...

Na verdade trata-se de um imbecil à procura de holofote ... é o caso desta coisa q veste toga lá em Goiás ... mas enfim ... é aguardar e re-comemorar ...

Lobo disse...

Sempre tem um revoltadinho que se joga no chão e faz pirraça. Sem-pre.

Paulo do Sul disse...

Vamos esperar ele levar uma rasteira do STF e ter de colocar o rabinho entre as pernas.

Cara Comum disse...

Tem gente que não sabe ocupar o seu lugar, né?? Tá se achando maior que o STJ, tadinho...

como diz o lobo, tem sempre "um revoltadinho que se joga no chão e faz pirraça. Sem-pre."...

Abraços!!

AliKerouak disse...

Aqui na Espanha também teve a mesma coisa no seu momento, um juiz alegou "objeção de consciência". No final, tudo acabou em marola. Ele não é nada mais que um funcionário, tem que acatar as regras e ponto. Se não gosta, sempre tem a opção de mudar de emprego.

Dêco disse...

Concordo com Bratz! Este ai quer chamar atenção para si.

Marcus disse...

Exato ! Aconteceu o mesmo aqui na Espanha em 2005. Uma Juíza de Denia, Alicante negó o seguimento do processo de duas mulheres. Foi praticamente crucificada e transferida para un setor da Justiça onde nao teria que dar visto bueno a este processo. Mas teve um que se ferró de vermelho e amaralo !! hahahaha O Juiz Calamita que retrasó o processo de adoção em uma casal de mulheres. Foi condenado e afastado de funçao sem salário por 10 anos creio. Paciência que as coisas vao se ajustar !
Claro, os reacionários de plantao e homofóbicos estao se pelando de medo ! O gente mal comida !!! Hahaha

S.A.M disse...

Com certeza esse imbecil quer apenas aparecer, mas ele deveria ser punido por descumprir a ordem do STF isso sim!

anonimo.com disse...

sabemos que sempre existirão esses burrinhos, mas eu creio que burrice não seja algo cronico não, com jeitinho podemos curar, isso se o burro estiver disposto.

Papai Urso do Interior disse...

Ainda vai levar um tempo né? Fazer o que? Esperar...