domingo, 19 de junho de 2011

Posso ser seu amigo?

Você já acordou alguma vez pela manhã e descobriu que um amigo havia escrito uma mensagem no seu muro para todo mundo ver? E como você reagiria se encontrasse um desconhecido na rua que insistisse em ser seu amigo? E, caso você topasse, como se sentiria se subitamente ele passasse a lhe mostrar um álbum de fotos com retratos de seus peguetes, de suas aventuras nas baladas, dos churrascos e dos aniversários em família? E ainda se ele lhe permitisse escrever comentários em cada foto, ou marcar se você gostou ou não?

Surreal? A gente nunca se detém para pensar um pouco, mas o mundo virtual funciona exatamente assim. A descrição acima é o procedimento típico de adição de um novo amigo no facebook, que no mundo virtual é a coisa mais natural do mundo.

Eu também adoro a Internet e adoro passar horas no mundo virtual. Mas às vezes me dou um choque de realidade para lembrar que não, eu não tenho 827 amigos. O vídeo abaixo é ótimo para isto.

7 comentários:

marta matui disse...

Meu Facebook é cheio de filtros exatamente por isso. Dos meus 500 "amigos" apenas 100 podem ver minhas fotos e ler o meu mural. Eu estava me sentindo exposta demais qdo era tudo aberto.

Lucas T. disse...

Meu truque é esconder minha lista de amigos. É meio tricky conseguir fazer isso, mas é só jogar no google que tem o passo-a-passo. Isso evita enxeridos que já são seus "amigos" de fuçarem e add pessoas da sua lista.

Cara Comum disse...

Pois eu sou exatamente igual no mundo real e no virtual: evito aglomeraçõs sociais (não tenho facebook, twitter...), dificulto ao máximo o acesso até mim (uso nicknames estranhos, não tenho album de fotos minhas e não uso foto minha no meu perfil), não converso com quem não conheço (nem adiciono quem não conheço)...

Enfim, sou bicho do mato no mundo real e no virtual...

Abraços!!

Thi disse...

Cara, que pot fantástico!!! Nunca tinha pensado nas redes sociais por essa óptica, tem certas coisas que só sendo contadas de outra maneira podem ser melhor compreendidas e a exposição da vida privada na realidade virtual é uma delas.

Tanto na vida real quanto na social, sou seletivo, discreto e vou me reinventando de tempos em tempos.
XD

Thiago disse...

Eu tento trazer a realidade pra dentro do mundo virtual. Nas minhas listas de amigos no Facebook/Orkut, só aqueles mais chegados mesmo que eu adiciono.
Mas o normal é sair adicionando todo mundo, inclusive aquele coleguinha que estudou com você na turma da tia Carla da 1ª série.
Eu odeio isso. Odeio "forçação de barra".
É uma forma de privilegiar aqueles que realmente merecem minha atenção.

Lobo disse...

Nossa, 827. Eu tenho nem 150 hahaha.

Mas enfim, é bem weird mesmo, mas de certa forma sempre acabamos trazendo alguma das normas que usamos no real para o virtual. Minha reação quando um desconhecido tenta me adicionar como amigo é a mesma que quando alguém o faz na vida real.

[ joe ] disse...

Por isso mesmo nem facebook eu tenho, que ja ta dificil administrar a pouca quantidade de amigos reais que eu tenho. Desde que comecei a fazer uso de redes sociais, nunca fui de acumular amigos em quantidade, sempre achei esse conceito meio furado, pelo menos pra mim. Nao funciona.

[j]