quarta-feira, 1 de junho de 2011

Rip & roll



O cartaz acima faz parte de uma campanha na Austrália de conscientização para o uso de preservativos como forma de combate à AIDS. Depois de espalhado por pontos estratégicos da cidade de Brisbane o cartaz teve que ser retirado devido à uma enxurrada de reclamações indignadas. Em menos de 2 dias descobriu-se que as reclamações tinham a mesma origem e eram parte de uma campanha orquestrada pelo Australian Christian Lobby. Precisa dizer mais?

O diretor executivo da comissão da prefeitura encarregada de publicidade institucional declarou na TV que o Australian Christian Lobby usara de um golpe baixo, e  determinou que todos os cartazes fossem recolocados imediatamente. A notícia está aqui.

Será que este bando de religiosos radicais mal-comidos e mal-amados não vai aprender nunca?

7 comentários:

Daniel disse...

Hoje tem protesto dos crentes contra o PLC122 em frente ao Congresso. O Salafraia vai transmitir pela twitcam. Já estão programando de trollar a transmissão.

Fabricio disse...

O problema meu carao Luciano, é o que esta acontencendo no nosso Brasil, é uma campanha orquestrada por esses ultra-religiosos de direita, para obter poder sobre as minorias. É bem simples se vc não estiver do lado deles, não acatar com veêmencia o que eles vomitam, vc simplesmente passa a ser considerado um inimigo. O que eu vejo e leio e entendo é; a construção de uma TEOCRACIA. Não quero ser alarmista, nem fatalista mas os fatos dizem por si.
Abs.
PS - Essas pessoas tem muitos anos de sabedoria (exterminio, genocídio, corrupção e etc.) Isso não me espanta.

Wallace R. disse...

está aí a prova de que os "haters" são poucos, porém fazem estardalhaço. São tantos os do nosso lado, porém não temos voz ativa para comandar a situação. Claro que as coisas estão mudando, e é visível a mudança de comportamento, principalmente entre os componentes da sigla LGBT. Até algum tempo atrás, eu nem ouvia falar do termo "gay militante".

Papai Urso do Interior disse...

Lá fora gente tantã do mal que usa nome de Deus indevidamente como baluarte repressor tem o que merece, tanto é que os cartazes voltaram pro lugar de onde foram retiradods. Aqui já é outra historia, nem se aventa a possibilidade de semelhante campanha. Com foto direcionada para os lgbt então, é capaz do mundo vir abaixo, mesmo com problemas muito maiores a serem combatidos: segurança pública, saúde, educação, caos nos aeoroportos, atraso nas obras para 2014... Êta Brasil!

Cara Comum disse...

Tenho nojo de gente que não se contenta enquanto não condena o outro e não estraga a felicidade alheia... O que a gente fez parar receber tanto ódio, hein??? A gente não pode ser alvo de uma campanha que se preocupe com nossa saúde e felicidade?? Aff....

CIELLO disse...

então... é uma praga perversa esse tal de ser humano cuja verdade se pauta em preceitos escritos e cuspidos por outros seres humanos tão falhos quantos quaisquer outros.
Mais perverso que isso é saber não há lugar no mundo onde se viva integralmente sem preconceitos. Utopia também, visto que até entre homos existem preconceitos abomináveis.
É ser, humano, ainda.

Le1dro disse...

Muito fofo essa foto, gente gente.


Silas é outro mal comido, só pode.