segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Probabilidades

Estatisticamente falando, qual é a probabilidade de uma pessoa do interior de São Paulo que raramente vai ao Rio encontrar por acaso no topo do Pão de Açúcar com um amigo que mora há mais de 20 anos no Canadá e que está passando as férias no Brasil com o marido canadense? Aconteceu na última sexta-feira, e a surpresa foi ótima! Dudu Dean, foi demais! Se tivéssemos combinado não teria dado tão certo. Escutar alguém chamando meu nome no topo do Pão de Açúcar foi surreal, e o encontro foi inesquecível.

Em Londres costumam dizer que se você ficar uma hora sentado em Picadilly Circus vai ver o mundo todo passar na sua frente. E eu começo a achar que o eixo de rotação do Brasil é no Pão de Açúcar.

Só espero não ter com isto esgotado as minhas chances de realização de probabilidades raras. Eu ainda pretendo ganhar na loteria.

8 comentários:

David ®... disse...

é ótimo reencontrar antigos amigos q por coisas da vida se distanciam da gente.

Andre disse...

Maravilhoso isso. Eu pessoalmente não acredito em coincidências, tudo acontece quando tem que acontecer, simples assim. :-)

Cocada.g disse...

Realmente quase impossivel uma coisa dessas acontecer, nem passa pela minha cabeça. Mas é legal, você esta em um lugar longe de sua casa e de repente alguem gritar seu nome,,, voce chega a pensar que não é com vc!

Abraços e uma boa semana!

Cara Comum disse...

Huahuahua... Pois eu já gastei minha cota de probabilidades raras chutando na prova de matemática do vestibular e acertando mais nos chutes que nas questões calculadas... Huahuahua... Abração e bons encontros pra vc!

Fernando Gouvea disse...

To achando que minha chance de ganhar na loteria ficou um pouquinho maior depois desse encontro no pão de açucar. Mas não se preocupe, não vou me esquecer de vc. :)

Luis disse...

Errrr... eu não acho que "topo" tenha acento.

Abraços

Luciano disse...

Obrigado, Luis, já corrigi lá.
Abraço,
**

Luis disse...

Tem outro antes de "Pão de Açúcar". :P

(Desculpe o incômodo)