quarta-feira, 16 de março de 2011

O beijo não psicológico

No capítulo de ontem de Glee finalmente Kurt (Chris Colfer) e Blaine (Darren Criss) se acertaram. A cena teve um clima muito romântico e aconteceu quando eles se encontram para ensaiar um dueto. É lindo que isto tenha sido mostrado para milhões de pessoas.

A cena, como não poderia deixar de ser, terminou em beijo. Não psicológico. Ou seja: todo mundo entendeu que o beijo deveria estar ali e não foi preciso usar a imaginação.



O texto desta postagem aproveita o mesmo texto da postagem anterior por motivos óbvios.
** A imagem do filme está espelhada em relação à imagem original. Este expediente é usado para dificultar a localização do filme e consequente retirada pelos donos dos direitos autorais.


12 comentários:

S.A.M disse...

Já se fosse no Braseeeeeelll....

SG disse...

Enquanto isso, no Brasil...

Lobo disse...

Essa cena me pegou muito de surpresa!

Sabe, os outros episódios nem deram muito a entender e de repente, pá! Esse beijo lindo.

=O

Papai Urso do Interior disse...

Por essas e mais algumas é que eu sempre digo que tv aberta brasil é uma B.O.S.T.A., Glee tem hype e força na pegda friendly e coisa e tal, mas é tv fechada, pay-per-view... Qd brilhará uma luz na escuridão? até qd vão continuar nos ocultando como se a gente fosse escória? Nesse modelinho de tv praticado neste país, os evangélicos sempre levam a melhor...

varzo disse...

bom, pelo menos as coisas estão andando. Este tipo de coisa acontecendo lá fora e sendo mostrada aqui acaba ajudando a dar mais visibilidade e levando o povo a ter mais aceitação. De qualquer forma, o tal beijo psicológico já é um grande avanço por estas bandas, quando menos se esperar a coisa acontece. Estamos na direção certa, apesar de ser em uma marcha beeeeeem lenta. A gente chega lá.

CIELLO disse...

UAU! Quem sabe a Venus platinada ou as demais tenham a mesma coragem... !

CIELLO disse...

eh tão bonito e espontaneo que sequer percebemos que são dois homens... talvez falte isso ao ser humano.. entender que amar não tem genero.

Lucas T. disse...

Papai Urso, Glee é da FOX, nos EUA a FOX é aberta.

Gui disse...

Fiquei chocs porque não esperava. Mas amei. Foi perfeito.

João Francisco Viégas disse...

Tratado com a naturalidade e elegancia.
Não era para ser sempre assim... simples...

tststststs

David ®... disse...

eu jurava q o Kurt ia se apaixonar pelo Karofsky e o Blaine ia rodar !

Humberto disse...

A questão de ter ou não o beijo gay na tv aberta depende muito mais de uma aceitação maior por parte da sociedade. E esta aceitação passa pelo fato dos próprios gays se aceitarem e se assumirem cada vez mais. Não adianta cobrar beijo gay na Globo se no dia-a-dia você não tem coragem de apresentar o seu melhor amigo como “namorado” ou se vc. ouve uma piada ou comentário homofóbico e fica com medo ou vergonha de contestar. Pensem nisso.