segunda-feira, 21 de março de 2011

Uma semente

Quem acessar a página oficial da Casa Branca dos Estados Unidos e ler o original da declaração conjunta emitida pelos presidentes Obama e Dilma vai perceber ali a presença de uma semente muito importante plantada lá no meio do texto, na seção que trata de Democracia, Direitos Humanos, Igualdade Racial, e Inclusão Social.

O texto em português publicado na página oficial do Ministério das Relações Exteriores diz:
"Concordaram em cooperar na promoção da democracia, dos direitos humanos e da liberdade para todos os povos, bilateralmente e por meio das Nações Unidas e de outros foros multilaterais, inclusive assegurando o respeito aos direitos humanos no contexto de movimentos e transições democráticos; fortalecendo o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, como demonstrado recentemente no caso da criação de uma Comissão de Inquérito sobre a situação na Líbia; promovendo o respeito pelos direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros, por meio do estabelecimento de uma Relatoria Especial na OEA e aprimorando a realização de eleições livres e justas nas esferas regional e global, inclusive por meio da promoção dos direitos humanos no contexto de eleições e do aumento da acessibilidade para indivíduos portadores de necessidades especiais." (O grifo é meu).

Tudo isto confirma as notícias da reunião especial que Hillary Clinton teve com Dilma na época da posse para tratar de assuntos da luta contra a homofobia, entre outros. Pode parecer pouco, mas é uma semente muito forte e com chances reais de crescer e dar muitos frutos.

7 comentários:

Paulo Braccini disse...

Passando para dizer q voltei e agradecer o carinho de todos durante a minha ausência em viajem ... volto com calma para ver as postagens ... bjux

;-)

Papai Urso do Interior disse...

O urso balzaco aqui tem cada vez + São Tomé em ON - ver para crer - vamos aguardar, vamos aguardar... Tem que ver se isso aí vai vingar ou minguar, já tivemos sexóloga Suplichique escrevendo coisas desse tipo e prometendo uma revolução no legislativo brasileiro pró-lgbt e depois saiu-se dizendo que a sementinha ela tinha deixado lá no Congresso, bastava sempre dar aquela mexidinha p/ coisa ir p/ frente, em outras palavras, Suplichique M-E-N-T-I-U!!!! De discurso tb sou bom, todo ano prometo que vou perder 12 kg, caminhar no parque e ao menor sinal de estresse vou respirar serena e profundamente, no entanto... rsrsrs...

Daniel disse...

a OEA é um órgão super pró-direitos humanos. Muito bom saber que EUA e Brasil estão botando isso na pauta da OEA.

CIELLO disse...

li a tarde e voltei só para comentar que realmente existe ai um avanço em pelo menos existir uma pauta aberta sobre os assuntos glbt e todos os direitos que ainda podemos adquirir enquanto cidadãos que pagam impostos.

abraço.

Anônimo disse...

Quero ver isto na prática por aqui com tanto deputado contra direitos lgbt...rsrsrs.

Lobo disse...

Pouco a pouco, marcando presença nos textos importantes... uma hora a gente chega lá.

Cara Comum disse...

E a gente fica na torcida da semente vingar, né???

Abração!!!