sábado, 9 de junho de 2012

De homem para homem

É muito interessante observar a evolução dos direitos igualitários em diferentes culturas. A Argentina conseguiu avanços admiráveis que a colocam na frente até mesmo de países como os Estados Unidos - e tudo conseguido via Congresso, que teoricamente é a melhor representação da vontade popular. Os Estados Unidos têm promovido uma manifestação popular como jamais vista, mas ainda perdem com a aversão ao voto e a fragmentação em estados independentes. A última derrota nos Estados Unidos com a aprovação da Amendment One que proíbe a igualdade no casamento na Carolina do Norte foi conseguida com pouco mais de 34% dos eleitores - ou seja, um terço de votantes decidiu o destino de todo o resto do estado.

Há lugares piores, é claro, mas estes não são parâmetros. A Rússia, por exemplo, acaba de proibir a Parada Gay por um período de cem anos. Isto mesmo, cem anos!! Irã e outros países de cultura islâmica, então, nem dá para começar a falar.

Aqui no Brasil a situação é triste. A população é refém de um Congresso conservador e corrupto, marcado pelo fisiologismo. Esperar que mudanças venham a partir daí é realmente desanimador. Nosso Judiciário tem sido obrigado a agir para tutelar a população e ampará-la na falta de uma legislação que reflita o atual estado da nossa sociedade. Por isto é importante mandar o recado para a aprovação do Estatuto da Diversidade Sexual. Para acrescentar seu nome ao abaixo-assinado público nem é preciso tirar a bunda da cadeira; basta clicar aqui e seguir as instruções. Você não vai deixar os outros decidirem sobre seus direitos sem dizer o que você pensa, vai?

5 comentários:

Margot disse...

Ficou excelente, Luciano. Já assinei e estarei linkando seu blog ao meu. Vamos em busca de mais assinaturas.
Abraços

Lucas disse...

nossa, é por isso q eu amo esse blog

Anônimo disse...

Aqui no Brasil os políticos só estão preocupados em se dar bem fazer carreira política e enriquecer cada vez mais, se esquecendo que caixão não têm gaveta e todos eles vão direto para o INFERNO! A Argentina está mesmo anos luz a frente, enquanto mais uma vez no Brasil estão preocupados com rivalidades mequetrefes do futebol, adorei que o Brasil perdeu, torci para a Argentina, esta rivalidade é coisa de gentinha que só pensa nestas rivalidades toscas. A realidade é outra, quanto ao Irã nenhuma novidade, quanto a Rússia, se lá fosse Monarquia ainda, não seria assim, vamos ver o futuro se resolverão por aqui.

Luciano disse...

Lucas:
Obrigadíssimo pela dica!
**

railer disse...

bora participar!