terça-feira, 20 de julho de 2010

Rodando a baiana...

Foi no começo de maio, mas eu ainda não tinha visto. Policial homossexual de Uberlândia roda a baiana ao ser chamado de veado. E vai à televisão falar de seus direitos, e fala bonito...

3 comentários:

Diego disse...

Que post bem vindo! Você reparou que, de muitas maneiras, ele dialoga com outras duas pautas recentes, a união gay aprovada pela Argentina e a discriminação ao jornalista do O Globo na Urca? Você não acha?

Paulo Braccini disse...

Parabéns ao Ricardo pela coragem e dignidade ... parabéns ao Luciano pela postagem ... este caso na época repercutiu muito mas ao q parece, mais um caso q caiu no esquecimento ...

bjux

;-)

Papai Urso do Interior disse...

Estaremos relegados ao esquecimento PQ o q conta é 'capital pessoal', traduzo: homossexuais milionários e q influenciem diretamente na mídia e na política, q é o q faz a terra tremer e as coisas acontecerem, d fato. Só teremos visibilidade atrelada ao poder, é inevitável! Com Europa e EUA é o que ocorre e lá há sobrevida p/ o segmento gay. no Brasil, não! Seria isso a síndrome latino-americana da bicha-pobre? Se for, mudança prá ontem, né não?!