sexta-feira, 9 de julho de 2010

Who cares?

Um deputado federal americano está causando frisson na imprensa, e não é por declarações ou atos polêmicos, mas por sua barriga de tanquinho que está deixando todo mundo com os grandes lábios em palmas.

O gatíssimo Aaron Schock é de Illinois, solteiro, tem 29 anos e é Republicano - o partido conservador de George Bush que é, em resumo, cristão de extrema-direita, a favor das armas e contra os gays. Como se não bastasse ter sido criado em uma fazenda e já trazer um abdômen talhado, Aaron confessa que ainda malha sete dias por semana.
Num evento recente nos jardins da Casa Branca Aaron apareceu com uma roupitcha meio extravagante que incluía um cinto azul sobre calça branca e camisa xadrez com cara de toalha de mesa - o suficiente para fazer os gaydars dispararam no país inteiro em potência máxima. Obviamente que ele se apressou em desmentir os rumores e mencionar uma antiga namorada que ninguém viu e ninguém sabe (onde foi que eu já ouvi esta história antes?).



Uma foto mais antiga do deputado, desta vez na beira da piscina com o tanquinho à mostra, serviu para atiçar o fogo ainda mais. O deputado até parece que está gostando de toda a polêmica, e já disse que não se importa que votem nele por causa do físico. Tá certo - os jornais poderiam estar escrevendo sobre seus projetos no Congresso, mas quem iria prestar atenção?

Com vazamento de óleo ameaçando a Natureza, desemprego em alta, e milhões de outros problemas, tem gente que acha que os eleitores deveriam estar se preocupando com coisas mais sérias, mas who cares?

4 comentários:

Daniel disse...

VOcê viu aquele documentário "outrage" sobre republicanos homofóbicos... que eram gays? Eu dei a sorte de ver o filme com o diretor na sala. Alguém tinha que fazer um filme parecido no Brasil (onde ele provavelmente seria censurado pela Justiça).

Luciano disse...

Oi, Daniel. Ainda não vi OutRage mas quero ver muito. Um filme destes aqui no Brasil ia ser notícia para os próximos cinquenta anos.
**

Diego disse...

Engraçado. E esta semana eu estou pensando sobre o que a gente escolhe ver, em meio ao excesso de imagens. O abdomen do deputado é um colírio, mas é a isso então que vai se resumir o olhar sobre a política? Curioso isso.

Papai Urso do Interior disse...

George Michael e Ricky Martin fizeram tipo semelhante durante décadas... Homem bonito porém homofóbico tem efeito brochante em mim, torna-se mocréio automaticamente! Tinha um colega d trabalho (lindo!), professor como eu, lecionava na mesma escola, mas bastaram 2 comentários depreciativos daqueles q impreterivelmente incluem termos como 'boiola' e 'viado' para o encanto se quebrar e hoje quando o vejo me dá 1 sensação nauseante(feio! feio!). Amar e admirar só gays lindos e inteligentes, ao resto a insignificância! Você, Luciano, já é lindo, mas, por ter atitude, potencializa isso em milhões de vezes!