quinta-feira, 1 de julho de 2010

Supergião

Segundo o Houaiss, superstição é "crença ou noção sem base na razão ou no conhecimento, que leva a criar falsas obrigações, a temer coisas inócuas, a depositar confiança em coisas absurdas, sem nenhuma relação racional entre os fatos e as supostas causas a eles associadas".
Algo, por exemplo, como acreditar que existe um inferno (crença sem base no conhecimento), se sentir obrigado a frequentar um templo (criar falsas obrigações), ou então... peraí! Acho que agora estou falando de religião. Mas, então, religião = superstição!
Pensando bem mesmo, mais absurdo do que acreditar em azar trazido por gato preto ou em amuletos da sorte, é acreditar em cobras que falam (no paraíso!), mares que se abrem, ou mortos ressuscitados. Agora, quando me perguntam se tenho religião eu logo respondo "não, eu não sou supersticioso!". Sou ateu, graças a deus!!

Um comentário:

Daniel disse...

Religião é o conto de fadas dos adultos.