terça-feira, 27 de setembro de 2011

Quimeras

Qualquer pessoa que estivesse chegando à Terra hoje e deparasse com a visão ao lado teria a certeza que este é mesmo um planeta muito estranho. Um homem que trabalha para uma organização que prega a humildade e a pobreza usando uma fantasia feminina e um chapéu esquisito adorando um objeto de ouro.

Trata-se de Timothy Dolan, arcebispo da diocese de Nova York, que encaminhou esta semana um ofício irado ao presidente Barack Obama (pode ser lido aqui). Preocupado com a aprovação da igualdade do casamento no estado de Nova York e a decisão federal de não mais defender a lei que protege o casamento convencional, o arcebispo clama que as atitudes do presidente "vão desencadear um conflito sem precedentes entre a igreja e o estado".

Tudo isto ao mesmo tempo em que o papa Ratzinga, em visita à Alemanha, seu país natal, marcada por protestos tão ruidosos quanto os de sua última visita à Espanha, conclama todos os fiéis a lutar contra o casamento de homossexuais.

A luz vermelha parece estar demorando para acender no Vaticano. Na sociedade mais esclarecida do século XXI grande parte das pessoas já consegue dissociar religião de fé. Muitos já vivenciam sua fé independente de qualquer religião e reconhecem que a religião é uma invenção dos homens que está com prazo de validade vencido. Há muito que o estado não depende mais da igreja, mas parece que o Vaticano ainda não percebeu. A cúpula da igreja está ficando risível. Hoje não passam de um bando de bichas velhas despeitadas vestidas de mulher, cegadas pela ilusão de poder e representando em um grande teatro a fantasia de salvar o mundo.

9 comentários:

DMalk disse...

Até quando a igreja vai querer ter voz de estado????

Acho uma vergonha essa luta por poder que muitas religiões estão travando, deixaram de lutar por causas humanitarias, para lutar por causas de odio...

Da raiva dessas incubadas viu, se vai ver depois que legaliza, o que vai ter de padre largando a batina pra casar com o bofi, não vai ter precedentes...

Papai Urso do Interior disse...

Huahahahahahah... Itens para rir por semanas:

a) prega a humildade e a pobreza usando uma fantasia feminina e um chapéu esquisito adorando um objeto de ouro;

b) papa Ratzinga;

c) bichas velhas despeitadas vestidas de mulher, cegadas pela ilusão de poder e representando em um grande teatro.

Como sempre digo a fé suplanta a religião em tudo, seu texto corrobora c/ tudo que penso. Meu Deus (o verdadeiro, não o manufaturado p/ atender interesses de gentalhas do Vaticano ou de impérios como IURD que não declaram IR) me ama muito e os gays ainda vão ser muito felizes c/ a benção d'Ele!

Paulo Braccini - Bratz disse...

qto mais obtusos são os comportamentos dos religiosos mais e mais vão se perdendo neste labirinto ... há de chegar o dia em q viveremos nossa espiritualidade independente de qualquer religião ...

DPNN disse...

acompanhei bem a visita do papa à Alemanha, até por dever de ofício e com meus contatos por lá, e só posso dizer uma coisa: os protestos foram praticamente zero, mas a imprensa internacional deu uma dimensão muito maior do que de fato ocorreu por lá, assim como sempre dá um destaque exagerado ao que ele supostamente fala em relação ao público homosseuxal.

Não acho a igreja católica esse demônio todo que pintam (nem tão relevante assim). E olha que nem sou cristão!

Lucas T. disse...

DPNN não deve ser grande conhecedor da História pra achar que a igreja católica não é esse demônio todo "que pintam".

anonimo.com disse...

concordo Lú, hoje existem pessoas que sabem diferenciar religião de fé e isso é muito bom.
e realmente a igreja católica como qualquer outra só busca o poder.

mas imagina só um conflito da igreja com o estado... Inquisição 2? hahahahaha

abraços!

Anônimo disse...

Por isso prefiro a filosofia de vida que é o Espiritismo Kardecista.

Anônimo disse...

" Um homem que trabalha para uma organização que prega a humildade e a pobreza usando uma fantasia feminina" so acho que da mesma forma que vcs querem respeito devem aprender respeitar os outros, acho desrespeito falar de um membro da igreja desta forma dizendo que um homem usa roupa feminia.Aqueles que tanto querem respeito não sabem respeitar.

Cara Comum disse...

Se os que se dizem cristãos gastassem a energia que gastam combatendo o que a eles convém em causas realmente cristãs (como o combate a fome, à pobreza e etc.) provavelmente o mundo estaria bem melhor.

Mas talvez tudo isso seja só o medo de ver o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo liberado e os seminários e conventos ficando vazios...

Abraços!!