sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Chegou a hora de reclamar com o bispo

Em uma única semana um rapaz é atacado brutalmente em São Paulo e outro leva um tiro de um militar no Rio de Janeiro - os dois casos motivados pelo simples fato de as vítimas serem gays. Será que está amentando a violência contra os gays?

Eu acho que não. Sempre foi assim; coisas muito piores já aconteceram e ninguém nem ficou sabendo. O que está aumentando é a VISIBILIDADE, e isso é uma coisa boa. Por vergonha, muitos gays não formalizavam queixas, muitas famílias abafavam os casos. A polícia não levava a sério, a imprensa não se importava. Afinal, a religião sempre tentou incutir nas mentes das pessoas que os homossexuais são mesmo um bando de degenerados, uma aberração da natureza - estavam pedindo para serem atacados.

Há novos ventos soprando. A imprensa tem mostrado os gays por um ângulo mais favorável, as novas gerações são mais simpatizantes, a violência tem tido repercussão e recebido repúdio. É chegada a hora de aproveitar os bons ventos para se começar a brecar a disseminação do preconceito em suas raízes. Principalmente na educação religiosa que começa a incutir ideias e visões preconceituosas nos indivíduos desde a mais tenra idade.

A bancada evangélica foi o grupo que mais cresceu no congresso brasileiro com a última eleição - praticamente triplicou de tamanho. Um enorme retrocesso para os defensores das garantias e liberdades individuais. Certamente será mais difícil aprovar leis que criminalizem a homofobia e protejam os gays.

A organização Faith in America já existe desde 2005 com o propósito de denunciar o preconceito contra a comunidade LGBT motivado pela religião nos Estados Unidos. Precisamos de mais iniciativas assim. Chegou a hora de tirar satisfações com o bispo, o padre, o cardeal, o papa. Não dá mais para deixar estes homens de saia e mentalidade de Idade Média influenciarem governos e políticas públicas.

9 comentários:

SG disse...

"Não dá mais para deixar estes homens de saia e mentalidade de Idade Média influenciarem governos e políticas públicas".

Que Deus te ouça, meu caro. Que Deus te ouça.

David ®... disse...

de todos os comentários q li sobre o assunto o seu é q chegou mais próximo do que eu acredito ou queria dizer, infelizmoente não tenho esse dom de expressar em palavras tão bem qto vc, portanto faço minhas as suas palavras.

bjão

Eu: Alemberg Santana disse...

PERFEITO seu comentário. A Igreja é o maior inimigo do progresso: científico, moral e cultural. Não precisamos mais desse "Deus de Mentirinha" e nem dos seus representantes com suas falácias e distorções dos valores que só perpetuam a ignorância e a violência.

Por um mundo sem Deus!
Por um mundo com Paz!

Eu: Alemberg Santana disse...

Já esta disponível no You Tube a reportagem do SBT que mostra as imagens das câmeras de segurança de um dos prédios da Av Paulista, que prova que não houve paquera, os boys simplesmente, parte para a agressão do nada.

http://www.youtube.com/watch?v=92Mz8YEQbWE

Luciano disse...

@Eu: Alemberg Santana:
Eu vi a cena da câmera de segurança e não resta a menor dúvida quanto à covardia e gratuidade do ataque. É chocante!
**

Lobo disse...

Eu estive conversando uma vez com um amigo hetero sobre isso, inclusive na época do assassinato do Ivo, e ele me perguntava porque eu tinha tanto medo de ter certas demonstrações públicas de afeto... e ele não acreditou quando eu disse a quantidade de bully e ataques que recebemos todos os dias por ai.

Pois bem, esses dias ele veio me dizer que estava apavorado com essas atrocidades recentes... que não entendia o porque... a visibilidade certamente está aumentando...

Um beijo Lú!

Dimas disse...

Século 21 e ainda temos cenas absurdas...
Talvez seja essa a razão para a grande maioria não "sair do armário".

Abraços a você e Mr. Ed (o sumido)

Anônimo disse...

E se tivesse acontecido uma paquera? Uma cantada é motivo para violencia? Fico ainda mais indignado quando tentam justificar a violencia por conta de uma cantada, que poderia ter acontecido. Entao quer dizer que se eu virar o rosto para olhar um gatinho na rua eu posso tomar pancada, pq eu provoquei? Fala sério!! Violencia nao tem justificativas!
Ricardo

Papai Urso do Interior disse...

Yes, nós temos visibilidade, mas como continuamos a apanhar feito bonecos de treinamento de boxe, a impressão que temos é que parece que retrocedemos no tempo... Nisso concordo com vc... Acho que enquanto não houver criminalização severa, vai ser rotina, via ser aquele mal-estar, aquela coisa presa na garganta de decepção com a raça humana, mas, dias depois, tudo de novo... Ainda um dia desses foi o adolescente Pedro Ivo, de apenas 14 aninhos, agora esses dois... um ciclo maldito! Tudo banalizado...