quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Santa Claudia Raia da pá virada

Ti-ti-ti é cheia de encantos. Além da deliciosa história de amor que está se desenvolvendo entre o Julinho (André Arteche) e o Thales (Armando Babaioff) a novela tem personagens responsáveis por verdadeiros shows. Como Claudia Raia.

Claudia Raia tem um papel escrito sob medida para comportar toda a sua histrionice, o que tem rendido cenas muitíssimo mais engraçadas que qualquer programa de humor no ar atualmente. No começo da semana, quando alguém lhe perguntou se ela não se preocupava com sua reputação ela soltou "minha filha, desde aquele fatídico réveillon no Boqueirão em 1989 que a palavra "reputação" foi expurgada do meu dicionário!". Impagável.

Na trama ela sabe que o marido Thales é gay e está apaixonado por alguém, mas nem desconfiava que o objeto da paixão do "marido" era justamente o amigo Julinho. Até ontem, quando caiu a ficha - em uma cena engraçadíssima.

A cena começa com Julinho chateado ao ver que o dr. Eduardo, por quem ele curtia uma paixonite, está de namorada nova. Sai chateadinho do hospital e dá de cara com a Jaqueline, que é sempre como um furacão por onde passa. Depois de ver a cena, você ainda vai ficar aí parado com o cotovelo cheio de calos?

(Se a postagem do video der erro, assista aqui).


15 comentários:

Anônimo disse...

vi essa cena ontem e na hora em que ela falou em cotovelo cheio de calos pensei logo em outra coisa...e vc não viu a cena em que ela fala pro thales que a porta do armário é pesada mas ele tem força pra abri-la?
e cláudia raia realmente foi a melhor escolha pra substituir sandra bréa, q era outra mulher-bicha. diferente dos atuais ari e andré, fraquíssimos. é so ver que o original, luiz gustavo (como mário fofoca), dá um banho no murilo.
p.s. eu era uma cliança no berço mas ainda lembro da primeira versão.

RAFAEL disse...

Claudia Raia, foi, é e sempre será uma das maiores estrelas da Globo. Desde de Tancinha há mais de 20 anos, TV Pirata e tantos outros trabalhos que imprimi sua personalidade e eterniza o personagem.

TiTiTi é uma novela que deveria focar a briga dos costureiros, como na primeira versão..mas oq aconteceu é que Claudia Raia roubou a cena...a novela é inteirinha dela...e todos viraram coadjuvantes.

Isso se chama carisma, associado a uma otima autora que sabe valorizar o diamante que tem nas mãos.

abração...

Papai Urso do Interior disse...

Nada contra, até aplaudo M. A. Amaral pelo foco friendly repleto de bons ganchos e textos, mas o original marcou, e eu era criança tb, Sandra Bréa era uma perua fashionista, bem-humorada E SÓ - mas o suficiente p/ se tornar tão inesquecível quanto a 'louca' iverossímel de La Raia, a Jacqueline original marcou porque no fundo era romântica, louca pelo LeClair de Reginaldo Faria que, em família não desmunhecava e tinha firmeza (bem mais coerente), sei lá não consigo gostar do fato de personagens de outra trama - Plumas e Paetês (desta sim, não lembro NADA)- e 'novos' terem ganho repercussão e outros terem ido p/ segundo escalão: casal Pedro/Gabriela, a Eduarda (que no original causava risos mil c/ Betty Gofman e sua impagável 'turma da Lazinha' e por aí vai... Se pelo menos eu ñ tivesse assistido a primeira versão ou tivesse nascido depois dela, podia até rolar empatia... Meu saudosimo atrapalhou 100% a aceitação, mas Cláudia tá digna, é o momento dela e o excelente ibope faz a Globo pensar numa releitura de Brega&Chique (ai meus sais, outra lembrança querida que vai ser destroçada, rsrsrs...)

Anônimo disse...

Ela é tal e qual uma Cláudia Jimenez, que com muito talento só sabe fazer a si mesma. Timing pra comédia, tamanho em cena, bichice na alma.

Anônimo disse...

anônimo 1 de novo. isso é verdade havia na primeira novela um lado que eu eu não via como homofobia mas como crítica ao mundo da moda( o contrário de plumas e paêtes) o personagem do reginaldo faria se fingia de flamboyant, mas quando despido da fantasia de leclair virava um pai de família classe média, como se pra ser aceito na moda precisasse ser gay, o que isso sim era preconceito ( aqui só se repete no personagem do colunista, que ainda vai ser declarar hetero)e ele nunca levava pro lado homofóbico, ao contrário, criticava o clichê. essas segundas personas dele e do valentim( pra fazer sucesso precisa ser estrangeiro, 'importado') davam um toque bem mais engraçado e farsesco, ridicularizando mesmo o mundo fashion, que hoje é levado tão a sério que ficou chato. por isso acho que a dupla original era melhor, apesar de achar no geral a novela uma delícia.

Anônimo disse...

Acho q muita gnt esperava um remake fiel, quando na verdade é só uma adaptação, ou seja, é apenas baseada na obra original, dae confundem e passam a criticar! Acho a novela excelente, o texto da autora então, nem se fala... tá demais!!!
Klaus

Papai Urso do Interior disse...

anônimo 1, tudo naquela primeira versão foi inesquecível e único - tipos humanos, figurino da época, trilha nacional e internacional e sim, havia um combate velado à homofobia através do LeClair de Reginaldo Faria (ainda gatão), mostrando que embora a maioria dos profissionais da área da moda pertençam a orientação sexual homo, tb podia ocorrer o contrário e era isso o legal, o inusitado, um hetero no mundo da moda tendo de se passar por gay para ganhar credibilidade de suas clientes, não deixava de ser um elogio aos gays (pelo menos hoje eu vejo desta forma), afinal hoje é tão banal alguém dizer-se gay no mundinho fashion, queria ver dizer-se hetero! Só que em 1985 isso era mensagem subliminar, pois Cassiano Gabus Mendes sabia que ainda havia resquícios de censura da ditadura militar, acho que a Jacqueline da Cláudia tá ótima dentro do que temos para a época atual, bem como os novos personagens c/ ênfase no núcleo de Julinho e Tales, mas caberia em outra novela moderna, com outro título, acho que ao lançar Ti Ti Ti em 2010 prometeram/venderam uma ideia e não entregaram a mercadoria certa, me senti logrado/enganado, cadê, o procon? rsrsrs... alguém já comentou aqui certa vez, que nesse sarapatel confuso temos tres novelas: as duas de C. G. Mendes e a própria de M. A. Amaral, nem Rita lee soou legal na abertura e olha que a música é dela, como esquecer aquele rock eletrônico do Metrô, impossível, né? E a abertura sem computação que fazia a gente se perguntar como conseguiram tal feito? Vejo versão original pelo youtube, embora fragmentada e fora da ordem os capítulos prendem mais minha atenção que qualquer coisa top de linha dos anos 2000... Sou vintage, saudosista e nostálgico assumido!

Rafa disse...

Eu não vejo, mas adorei a cena. Doiso pra saber se o rapaz foi atrás do outro..rs

Bj

Anônimo disse...

Sempre achei LaRaia exagerada (em tudo ), mas reconheço que tenho me divertido muito com a Jaqueline. Adoro o personagem e acho que ela está super bem.
Gui

CIELLO disse...

Putz... eu sabia que Ti-ti-ti seria muito engraçada desde as primeiras semanas que pude assistir... os diálogos ácidos da Raia eram excelentes.. pena não dar tempo de ver tudo... mas vejo por aqui as melhores partes..! obrigado!!

Cara Comum disse...

Pra falar a verdade, eu até estou tentando gostar da trama, principalmente do envolvimento entre Julinho e Thales, mas é muito chato essa enrolação de novela...

O Julinho vê o Thales batendo no canalha que tenta conquistar a Jacqueline e surta dizendo que não devia ser nem amigo de um cara que quer se passar por hetero. E desde quando só heteros perdem a cabeça e descem porrada?

O roteiro fica forçando situações pra protelar o romance entre os dois pro fim da novela...

Tá eu sei que esta é a lógica de uma novela e daí me lembro porque não gosto de seguí-las... afff...

Thiago Lasco (Introspective) disse...

Amei, amei, AMEI! Que pena que essa novela não bate com os meus horários. Mas tenho gostado das palhinhas que vc posta aqui, e La Raia está realmente perfeita nesse papel. A arte imita a vida, não? De casamento de convenções, imagino que ela entenda "a thing or two"...

Anônimo disse...

cara comum: novela é isso, final feliz é só no f.i.n.a.l, e maria adelaide tá mostrando o lado do enrustido, quem nunca ficou com um e depois ele fez de conta que mal te conhece(ops, isso é capítulo de sexta, amanhã) ou vc queria q esse sair do armário fosse assim ao ritmo de uma coreografia de lady gaga?
e thiago, a globo disponibiliza no site de todas as novelas cenas, personagem por personagem, algumas não sei por que somem, mas a maioria está lá e vc pode a qualquer momento escolher: thales, julinho, ou roni( de insensato) e ver as cenas deles, não precisa esperar a-hora-da-novela.

Anônimo disse...

esses sao links do you tube com homenagens ao casal:

http://www.youtube.com/watch?v=7JjaV7mAQzY

http://www.youtube.com/watch?v=5E8DzQ7yci8

http://www.youtube.com/watch?v=XE4LxBregxE

Anônimo disse...

Gostaria de trabalhar com uma pessoa assim sempre pra cima, e divertida, deve ser muito bom.