sexta-feira, 15 de julho de 2011

Declara-se extinta a homossexualidade no Brasil.
Revogam-se as disposições em contrário.

Tem um vereador-pastor aqui de São José dos Campos que está lutando para criar uma lei municipal que proíba a menção da homossexualidade em escolas da região. Eu não entendo como estes pastores evangélicos conseguem ser tão obtusos e ignorantes. Não seria mais eficiente criar uma lei a nível federal? Porque, digamos, se as crianças de São José dos Campos viajarem até Jacareí, Taubaté, ou Caçapava, a menos de meia hora daqui, vão tomar contato com a viadagem da mesma forma. Uma lei municipal não as protegeria por completo.

A lei federal poderia resolver tudo em duas linhas: "Declara-se extinta a homossexualidade no Brasil. Revogam-se as disposições em contrário." Pronto, fim do problema. E com leis semelhantes poderíamos extinguir a pobreza, a desigualdade social, e a violência. Como estes pastores conseguem ser tão burros?!

5 comentários:

S.A.M disse...

Depois de uma dessa dá até certo desânimo.
Burice define. Myriam Rios curtiu isso.

varzo disse...

Acho que o problema é maior que isso. Quantos projetos loucos estão por ai? Não só este. Vivemos realmente em uma ditadura democrática. Podíamos realmente até repensar nossa participação. Que tal na próxima parada não deixamos algumas coisas corriqueiras de lado e fazemos uma passeata por melhor educação e salários mais dignos para professores? Ou uma segurança mais confiável, com salários também dignos para nossos policiais? Que tal fazermos algo mais útil além de nosso próprio umbigo?

Papai Urso do Interior disse...

O limite p/ a burrice evangélica é como um buraco negro: não tem fundo nem fim...

o Humberto disse...

O pior é que a burrice não tem religião não. Esses ignorantes estão em toda parte.

Mas cada vez mais o que me pergunto é quem são os irresponsáveis que votam nesse tipo de gente imbecil.

Dá um desânimo tudo isso, mas a gente tem que continuar lutando contra isso. Haja muque de peão.

Cara Comum disse...

Ai, ai... E tem gente que ainda vota numas mulas dessas...