terça-feira, 5 de julho de 2011

Quem vê mão vê pinto?

De tempos em tempos aparece algum novo estudo associando o comprimento do pinto do homem a outras características de seu corpo. E o mundo todo ferve de comoção. Mas até agora ainda não consegui ver nenhuma utilidade para alguém que tivesse a habilidade de ficar parado em uma esquina adivinhando o tamanho do pinto de todo mundo só pela análise do pescoço, da cabeça, ou das mãos.

A pesquisa mais recente foi publicada ontem no Asian Journal of Andrology. Eu não li o artigo original, mas já deu pra perceber que na pressa de querer falar sobre pinto, que sempre dá ibope, muitos jornalistas meteram o pinto, digo, meteram os pés pelas mãos. A reportagem do caderno de ciência do IG (aqui) diz que o estudo comprovou que quanto menor o dedo indicador em relação ao anelar, maior o pinto. Já a notícia publicada pelo Los Angeles Times (aqui) fala que quanto menor a divisão dos comprimentos dos dois dedos, maior o pinto. Talvez estejam dizendo a mesma coisa, sei lá, mas para mim pareceu o contrário. Só sei que da próxima vez que um cara estender a mão para me cumprimentar eu vou ter que segurar o riso porque certamente vou ficar pensando besteira.

De tudo que falam sobre tamanho de pinto eu só tenho certeza de duas coisas. Os homens de pinto grande normalmente têm mais autoconfiança. E mais fãs na sauna e no chuveiro da academia.

17 comentários:

Daniel disse...

Essa é a trilionésima pesquisa que que associa a diferença entre os dedos indicador e anelar a alguma outra coisa.

Edu disse...

Eu prefiro os toquinhos que quando efetivamente "ativados" nos causam uma "grande" surpresa! :-) Mas precisa de calculadora pra conseguir dar uso a essas pesquisas, não? Eita...

André Mans disse...

adoro o tempo precioso gasto por alguns cientistas

o poder fálico!
hahahahaha

Fernando Gouvea disse...

Comigo não funcionou! Tenho uma diferença muito pequena entre o indicador e o anular :)

Papai Urso do Interior disse...

ÚNICO fato imutável: "mais autoconfiança, mais fãs no chuveiro da academia", sem dúvida, rsrsrs.

Carlos disse...

Por essa pesquisa, eu não teria pinto.. hahaha

CriCo disse...

Tipo... tamanho não é nada, mas que é bonito de se ver e de pegar, isso é! :þ

Fernando disse...

Cara, eu sabia que a minha obsessão tinha algum fundamento! Não sei porque, mas não consigo curtir cara com mão pequena e/ou formato das unhas não longilíneo. Eu sei, é TOC total, mas é total eficiente!

Anônimo disse...

Eu, invariavelmente, quando vejo uma mão masculina bonita, já imagino várias coisas relacionadas a seu pinto. Vai ver é só uma fase... ou serão as más companhias? rs

Rodrigo

Felix Madah disse...

Qdo estava na escola era o tamanho do pé, calçava 43 com 14 anos, mas ainda era baixinho, não havia passado pelo estirão com 16, uma vez fui questionado por uma colega o taamnho do pé, ao responder ela ficou toda rubra, mas a amiguete do lado falou que ela não podia sonhar alto, de acordo com o radar dela, meu pinto seria infeciente com ela hahaha

Lobo disse...

O mais divertido é imaginar a fase de geração de dados desses estudos hahaha.


Coreanos safadjenhos! ahauahaua

Letícia G. Cruz disse...

Muito bom o texto,você escreve muito bem...Adorei.
Bjss

Anônimo disse...

Kkkkk! Boa!
Gui

Dimas disse...

De tudo que lí a respeito das comparações para determinar o temanho do pinto, só tenho a dizer: viva o pinto!

TingLing disse...

Micro, pequeno, médio, grande, gigante... Na minha concepção a diferença se define apenas em feios ou bonitos, independente do tamanho. Nada como um "pingolim" com formato, textura, cor e SABOR agradável! rsrsr. Mas ultimamente tenho me afeiçoado muito mais pelos não operados (uncut)

Paulo Braccini - Bratz disse...

vou conferir na marida ... rs

Thiago disse...

Segundo essa pesquisa então eu sou mulher, meu indicador é maior que o anelar.
EPIC FAIL.