sábado, 23 de julho de 2011

Pink Sunday

À meia-noite de hoje entra em vigor a lei da igualdade no casamento no estado de Nova York. Como resultado, a partir da zero hora deste domingo os casamentos já podem ser oficializados.

São tantas famílias que esperaram tantos anos por este momento que os casais não querem perder um momento sequer. Uma quantidade enorme de casais já requereu e obteve a licença de casamento e preferiu agendar a cerimônia para este primeiro domingo mesmo. O número de casais foi tão grande que o estado de Nova York não tinha estrutura para atender a todos e se viu obrigado a criar uma loteria para sortear quem seria atendido. Por outro lado, foi também tão grande a quantidade de oficiantes (espécie de 'juiz de casamento' que tem autoridade para oficializar o ato civil) que se ofereceram para trabalhar neste domingo histórico, que o governo declarou que atenderá todos os 823 casamentos agendados para o domingo. Será o maior número de casamentos já realizados em um único dia em toda a história do estado de Nova York.

O próprio prefeito Bloomberg fez questão de se oferecer para oficializar o casamento de Jonathan MintzJohn Feinblatt, que estão juntos há 13 anos e têm duas filhas de 6 e 8 anos. Feinblatt é Conselheiro Chefe de Políticas da prefeitura de Nova York e amigo pessoal do prefeito. O New York Times, jornal simpatizante que muito ajudou nesta conquista, publicou um editorial muito bem inspirado sobre como o casamento vai alterar as vidas de Jonathan e John: 2 Dads, 2 Daughters, 1 Big Day.

Neste domingo Nova York se pinta na cor da esperança e entra mais uma vez para a história.

8 comentários:

Fabricio disse...

Bom dia, Luciano

Eu acho lindo, realmente LINDO, qdo duas pessoas apaixonadas, decidem construir uma família e mais incrível ainda qdo essas pessoas tem o aval do ESTADO e da SOCIEDADE. Parabéns para o casal e espero dias melhores desse lado de cá do Equador.

Abs.
PS - Quem sabe um dia EU também poderei construir a minha FAMILIA.

FOXX disse...

nossa, me arrepiei com essa estória
com os oficializantes se oferecendo pra trabalhar
que lindo, lindo!

Anônimo disse...

Luciano, você viu que morreu a Amy Winehouse? Só tinha 27 anos.

Lucas T. disse...

Lindo!

CIELLO disse...

começa assim uma virada histórica no centro do mundo!

Thiago disse...

Esperança.

Alexandre Lucas disse...

Parabéns a NYC pelo avanço nos direitos humanos.

Cara Comum disse...

E eu feliz pela felicidade dos outros...

Abraços!!