segunda-feira, 18 de julho de 2011

Lições de vida

O fato de Insensato Coração, uma novela com grande audiência, trazer tantas lições implícitas e explícitas é notável. A cada pequeno detalhe cuidadosamente colocado nas cenas eu penso comigo: "milhões de pessoas estão vendo isto".

Algumas mensagens implícitas são realmente geniais. Como o fato de a fictícia Liga da Família Carioca, uma destas organizações hipócritas que se baseiam nos princípios da TFP, ser presidida por uma mulher adúltera que curte um avassalador amor de pica por um cafajeste com cara de safado. Um lance de mestre dos escritores.

Outras mensagens são bem mais explícitas, quase acadêmicas. Como a cena de hoje entre o filho gay recém saído do armário e a mãe ainda em estado de choque. Tenho certeza que outras pessoas além de mim desabotoaram o peito e ficaram com os olhos rasos d'água. O amor da mãe, o carinho do filho, e as duas frases do filho que encerram a cena, são de dilacerar a alma.

20 comentários:

FOXX disse...

fato, fiquei com os olhos rasos dágua

MaxReinert disse...

Concordo... acho que o assunto vem sendo tratado de forma didática e precisa!!!!

Le1dro disse...

Vale muito mais que um beijo gay, fato!

Muito emocionante ;)

Adriano Basto disse...

Não vejo tv, mas acompanho os comentários desta novela por aqui e outros sites e realmente os autores estão de parabéns. E concordo contigo Le1dro, nem precisa de beijo, é disso q precisamos!

((ADRIANO)) disse...

Apesar de não acompanhar a novela EU QUERIA O BEIJO GAY. A mensagem condensada na imagem do beijo é fortíssima. Mas admito que estou de saco cheio do caso: "TV Globo + beijo gay". Já deixei isso pra lá.

Agora meu amigo, o que os autores estão fazendo é incrível, é didático superou imensamente minhas expectativas. Dou meu braço a torcer, e com muito gosto!

Destaque para essa frase: "Preconceito nas ruas a gente tira de letra Mãe, difícil é na família, dentro de casa."

o Humberto disse...

Pois é, fica todo mundo tão preocupado com "O BEIJO GAY"... eu acho que cenas como essa valem muito mais.

Já há anos a Globo vem tocando no assunto de uma maneira que ninguém nem sonharia uns 20 anos atrás.

Assistir "América" com minha mãe (na casa dos 70), em 2005, já havia sido uma experiência didática pra ela. Depois vieram outras, como "Tititi" e agora "Insensato Coração".

Enfim, a seu modo, a emissora vem, sim, dando um bom espaço para a questão do gay. E ao menos pra mim, isso conta muito mais pontos que qualquer beijo pra ganhar audiência ou entrar pra História.

Abs Luciano, mais uma vez bacana seu post.

o Humberto disse...

Eu preciso dizer que eu adoro a Louise Cardoso. :)

Luciano disse...

@Humberto,
Eu também adoro a Louise Cardoso há muito tempo e tenho outra razão especial para gostar dela: ela é minha prima. Tenho foto autografada e tudo mais. Há alguns anos ela veio a São José dos Campos com a peça Fulaninha e Dona Coisa e saímos para almoçar eu, ela e a Aracy Balabanian. Foi uma confusão no restaurante!

marcos guinoza disse...

Luciano...
tb acho "Insensato Coração" um avanço pelos motivos que você citou. Mas, sem beijo gay ou troca de carinho mais explícito entre os personagens, esse "didatismo" fica parecendo "educacão sexual para crianças". Reflexo do público brasileiro, ainda imaturo para lidar com certas questões de maneira adulta.
Abs.

Paulo Braccini - Bratz disse...

Eu não assisto TV e muito menos novela ... cansei ... mas tenho acompanhado todos os coments a respeito desta série e tb vejo os vídeos na net ... tenho q concordar ... um primor de bom gosto, de seriedade e crítica ...

OMG! preciso ficar mais íntimo deste "Peão" ... ele é "phino" e tem "estirpe" ... rs ...

bjão querido

DMalk disse...

Droga ainda estou me devendo esta cena, preciso assistir enquanto antes...

AliKerouak disse...

Esse menino trabalha meio mal, não?
Eu acho que esse tipo de cena é mil vezes mais didática que o famoso "beijo gay".
Que saco, fixaram com isso, foda-se o tal beijo, se esse é preço que a Globo tem de pagar para poder passar esse tipo de cenas, que seja assim! Vamos pensar macro, não micro.

o Humberto disse...

Ah, mas que legal Luciano! Imagina esse almoço!

Eu adoro a Louise desde os anso 80, acho que da TV Pirata, Cambalhacho... há pouco tempo assisti "O Tempo e o Vento" (que passou quando eu era muito novinho), e vi que ela era a Bibiana perfeita da minha imaginação.

Enfim, muito bacana.
Abrazo!

Anônimo disse...

ACHO ELA MEIO CHATA, MALHAVA NA ACEDEMIA COM ELA, MAS ELA É MUITO TALENTOSA, BONITA E ESTA FAZENDO UM OTIMO TRABALHO.HOJE DE MANHA A ANA MARIA BRAGA MOSTROU ESSA CENA E FICOU COM OS OS OLHOS MAREJADOS TB E FALOU POR COINCIDENCIA DO MESMO DIA ACONTECER UM CASO DE TAQUE HOMOFOFICO EM UMA FEIRA AGROPECUARIA ( SETE CONTRA DOIS) ARRANCARAM PARCIALMENTE A ORELHA DE UMA DAS VITIMAS) SO PQ OS DOIS ESTAVAM ABRAÇADOS E SABE DO QUE MAIS?? OS DOIS NAO ERAM GAYS ( MESMO QUE FOSSE!!) ERAM PAI E FILHO.

Flávio Amaral disse...

http://oglobo.globo.com/cidades/mat/2011/07/18/pai-filho-sao-confundidos-com-casal-gay-agredidos-por-grupo-em-sao-joao-da-boa-vista-sp-924936932.asp

Notícia do ataque no Globo online.

Rafa disse...

Linda cena, pena que o menino seja tão mal ator.

Mr. Ácido disse...

Eu sempre me coloquei no lugar dos meus pais em relação a ter um filho gay. Sei que não deve ser fácil, da mesma forma como não é nem um pouco fácil ser gay ou ter qualquer outra diferença marcante. Ser gay ainda é uma condenação pelos pais. Uma condenação ao sofrimento. O que talvez eles não percebam é que a repressão e o desamparo só maximizam esse martírio. A FELICIDADE é o vizinho mais próximo do amparo da família.

Cara Comum disse...

Pois eu acho que o beijo gay é importante sim. Porque fica parecendo que a tal emissora diz assim: "pessoal vamos respeitar esse povinho. Eles são até comportados. Nem beijar eles beijam em público... Podem ficar tranquilos que eles vão fazer de tudo pra se esconder de vcs enquanto vcs os respeitarem..."

Sobre a cena em si, deu um certo aperto na garganta por já ter dito essa mesma mensagem pra minha mãe, mas a mensagem que eu recebia da parte dela não tinha tanto carinho assim...

Como eu não tenho saco pra novela, torço pra que ela, ao menos, sirva para quem ainda precisa dessas lições...

Abraços!!

[ joe ] disse...

gostei da cena, achei proxima do real. acho que aos poucos a tv brasileira ta melhorando sua abordagem do tema, mas ainda acho que, enquanto os casais gays das nossas novelas nao forem tratados igual aos heteros, toda a mensagem tem marcas de hipocrisia. e por isso nao me prendo aos enredos, nunca mais. sei la, eu continuo achando que, se vai ousar, entao ousa direito.

[j]

Alexandre Lucas disse...

Muitas mães tem o mesmo medo.