quinta-feira, 14 de julho de 2011

Padaria

As pessoas sempre me perguntam sobre palavras e expressões de difícil tradução para outras línguas. Imaginam que um tradutor sempre vai recorrer à batida "saudade", palavra tão erroneamente propapalada por poetas e românticos como exclusividade da língua portuguesa.

Eu acho que uma das palavras mais difíceis de se traduzir para qualquer outro idioma é "padaria". Principalmente nos últimos dez anos, esta famosa instituição brasileira passou por um processo de re-engenharia sem precedentes em qualquer outro ramo comercial e sem correspondente em qualquer outro país.

Ainda é possível ver uma ou outra padaria antiga em alguns pontos da cidade, mas a maioria já tratou de se transformar nesta nova casa dos novos tempos onde é possível tomar um café da manhã completo ou um almoço executivo embora não seja um restaurante, comprar doces e salgados sofisticados embora não seja uma doceria, fazer um lanche a qualquer hora do dia embora não seja uma lanchonete, ou tomar uma cerveja na ponta do balcão embora não seja um bar. Nestas novas padarias vende-se até pão!

20 comentários:

marta matui disse...

Em Paris se compra pão na padaria mas se quiser tomar um café tem que ir a outro lugar, rs.

S.A.M disse...

É a reivenção do comércio e eu achei bacana o que aconteceu com as padarias assim como as drogarias também se remodelaram, não foi?

Hoje voce compra de tudo numa farmácia, inclusive medicamentos.

Beijao!

FOXX disse...

essas modernidades da padaria só são comparadas as lojas de conveniência... se encontra diumtudo!

Edu disse...

Eu adoooooro uma boa padoca!!!

Dino Costa disse...

Não acho que isso seja uma exclusividade brasileira. Padarias e farmácias aumentaram a lista de oferta de produtos para sobreviver mesmo. Aqui em Austin, as duas melhores "padarias" servem almoço, café da manhã e bebidas alcoólicas. Continuam a ser chamadas de bakeries.

Upper Crust Bakery:

http://theuppercrustbakery.com/menus/UpperCrustBakery_menu.pdf

Russell's Bakery:

http://russellsbakery.com/lunchmenu.html

Lucas T. disse...

Phoda essas modernidades. Brasserie não serve ou nada haver? E o lance da "saudade" é um saco mesmo.

o Humberto disse...

Adorei, especialmente o primeiro parágrafo. Não sabiaque você era tradutor também, rapaz.

Abs!

Daniel disse...

Ufa! Finalmente alguém que não cai na lenda urbanda do "saudade é exclusiva do português".

Curioso você falar isso. Na europa, eu também não vi tanto as palavras bäckerei ou panadería para descrever estabelecimentos similares ao da foto do post. Só na França que o boulangerie ainda reina.

Luciano disse...

Existem, sim, estabelecimentos parecidos com a nossa padaria. Mas um dos grandes diferenciais é a possibilidade de tomar uma cerveja ou uma pinguinha no balcão da padaria. A maioria dos países tem legislação muito específica para a venda de bebidas alcoólicas.
**

Luciano disse...

@Humberto,
Que bom descobrir que temos este ponto em comum. Precisamos trocar algumas ideias!
**

Luciano disse...

@Dino Costa:
Legal saber que as padarias daí estão parecidas com as daqui. Será que importamos ou exportamos a ideia?
**

Fernando disse...

Paderia no 'português' e variante 'paulista', néam?

Gente, vocês são obcecados por padarias MEGA ABSURDAMENTE gigantes, com mil e uma coisas deliciosas, completamente engordativas, todas juntas.

Aqui no Rio até rola uma padaria mais incrementada, mas a megalomania paulistana não rola não (com a exceção do Celeiro e cia do Leblon).

Anônimo disse...

excplica melhor essa coisa de saudade? pq em ingles missing nao é a mesma coisa? esplana para mim, pq te acho tao inteligente, alias trabalha em que? beijo

amelhormãedomundo disse...

Podemos atacar com neologismos, "neodelicabakery" por exemplo.

Anônimo disse...

Sofro em Brasília com a ausência de opções em padarias. Uma ou outra tenta lemmmmmmmbrar uma típica boa padaria de São Paulo.

A propósto, alguém se habilita a me ajudar a "civilizar" Brasília? Por favor!!!!

"Adiante está o sertão.
Vai! Segue a entrada! Enfrenta!
Avança! Investe!

Norte - Sul - Este - Oeste,
Em bandeira ou monção,
Doma os índios bravios."

Hino do estado de São Paulo, também conhecido como Hino dos Bandeirantes.

Marcus disse...

Aqui en Canarias e España sao conhecidas como Panaderia, e quase sinônimo quase todas se chamam " Horno de Pan " . Los españoles peninsulares que aqui viven, normalmente dizem que aqui hay poca variedade de pães e nao sao tao buenos como na Península, e olha que aqui tem bastante coisa diferente para comer. Agora para comer doces, tortas e pão doce ( que aqui se chama ensaimada...nao me pergunte porque ! ) é melhor procurar uma "dulceria" aqui temos duas . " La Princesa " em La Laguna ,fundada por un alemão em 1932 e " El aderno " que gaanhou o Oscar da Dos Doces. Ai...que vontade que deu de comer doce !!!!

Saludos

CriCo disse...

Ai gente, eu sou completamente viciado em padarias. Aqui perto de casa tem uma maravilhosa, e raramente compro pão lá. Em Sampa, depois da balada tem parada obrigatória na Bela Paulista. Aqui perto do meu trabalho tem a Colombo, outra ótima e supertradicional (acho que é centenária já).

Daniel disse...

A história do saudade é uma forçação de barra danada. Realmente, em inglês, não existe um substantivo com significado exatamente igual. Tem "longing", mas essa palavra também significa "anseio". Mas eles têm o verbo "to miss" que é exatamente 'sentir saudade' (RÁ! Eles tem UM verbo pra isso, a gente precisa de uma expressão). Ou seja, é algo irrelevante. Daí alguém extrapolou e inventou que a palavra saudade só existe em português (mentira, tem em trocentas mil línguas) para criar uma aura poética e sentimental sobre a nossa língua.

Anônimo disse...

Sou da época das padarias simples e modestas com atendimento pessoal, e não este moderno, claro melhorou, mas sinto saudades dos domingos quando só se abria as padarias e os bares só isso,domingos eram domingos mesmo tranquilos o resto tudo fechado, sinto saudades desta época, e olha que só tenho 40anos!

Anônimo disse...

quais são as melhores padarias desse tipo em São Paulo? qual é essa da foto?
abraço