domingo, 24 de julho de 2011

Life is a bitch and then you die

Sua vida seria diferente se você soubesse exatamente a data em que iria morrer? E se você tivesse que pagar tudo que adquire com tempo, em vez de dinheiro, será que pensaria mais antes de comprar algo? Esta ideia interessante é a premissa do filme In Time, com Justin Timberlake.

A ideia é bastante original. Nesta nova realidade todo mundo pararia de envelhecer aos 25 anos e a partir daí ganharia um ano extra que serviria de moeda de troca para tudo na vida. Quer comprar uma roupa nova? Custa 50 minutos. Um café? Custa 4 minutos. Uma mansão com piscina? Talvez uns 9 meses. Arranje um bom trabalho e no final do mês você poderá receber um salário de uns 20 dias, ou procure um trabalho melhor que lhe pague uns 40 ou 50 dias e você ficará mais despreocupado.

Se o filme é bom ou não, vamos ter que esperar até outubro para saber. Mas você já parou para pensar o quê faria se tivesse apenas 10 minutos na carteira?

8 comentários:

Lucas T. disse...

É do mesmo diretor de Sim0nE, o Senhor das Armas e do ótimo Gattaca. Tem tudo pra ser bom.

Cara Comum disse...

Ideia interessante desse filme, hein??? Se eu tivesse só 10 minutos na carteira eu certamente não saberia o que fazer.... hehehe... Abraços!!!

jorgealison disse...

Não sei se achei a ideia inteligente.
Mas com certeza é interessante.

Anônimo disse...

Coincidentemente estava ouvindo Último Dia de Paulinho Moska quando li este post. Um pouco assustadora essa ideia. Fiquei curioso para ver esse filme.

Lobo disse...

Nossa, já disse essa frase umas duas vezes. Que sensação esquisita ver ela digitada assim, parece que o impacto é maior...

E eu fiquei muito curioso com esse filme. por essa premissa, eu viveria muito, muuuuuuuuito tempo hahaha.

Papai Urso do Interior disse...

Não suporto Timberlake, acho que ele estraga tudo que põe a mão, Hard Candy da Madonna é ótimo exceto pela intervenção das canções em que ele é featuring. Mas que o enredo desse filme é genial, ah isso é. Resta saber se vai ser bem desenvolvido, apesar do Timberlake. Realmente adoraria ter 30 dias de pagamento no fim do mês, "descansaria" minha imagem e conseguiria ver algo de bom até mesmo nos colegas de trabalho mais intragáveis, huahahahaha... Tempo é ouro, faz todo sentido.

Filipe Meireles disse...

A premissa do filme é muito boa. A última vez que fiquei tão animado com ficção científica foi em Inception. Pena que o trailer parece mostrar muito mais do que deveria.

Só uma coisa me incomoda bastante nesse futuro proposto pelo "In Time": seria triste demais um mundo onde os homens não chegam aos 40, 50 anos de idade. Eu seria puro e casto numa realidade assim...rsrs

[ joe ] disse...

gostei da ideia tambem. vou querer ver, embora tenha preguiça de amanda seyfried.
e adoro o titulo do post, acho tao franco.
bjo

[j]